Injustiça, corrupção sistêmica, privilégio, hipocrisia: a vez do judiciário

Olha, vou lhes dizer… minha indignação é tanta que tenho até me expressado menos sobre esses assuntos nas redes sociais. Além de estar saturado e ter decidido dar um tempo, lembremos que não estamos em uma democracia e que as instituições que deveriam proteger só protegem os seus e estão sendo usadas para perseguir quem são considerados seus “inimigos”.

Mas a hipocrisia escancarada em uma semana de leitura de jornais, mesmo os da mídia familiar monopolista que são sócios disso tudo, é de provocar a mais profunda indignação. Vou despretensiosamente digitar rapidinho aqui antes de ir trabalhar… Falar por imagens:

– Romero Jucá, aquele do pacto com “supremo e com tudo”, teve seus supostos crimes prescritos com anuência e colaboração do supremo com tudo. O mesmo aconteceu com José Serra.

– Aécio, o intocável, com mala, ameaça de morte e com tudo, está aí livre, leve e solto, sobrevivendo com a complacência do judiciário que não deixa lhe prender e nem sequer lhe processar: seu processo não anda e foi mais uma vez adiado, afinal, “deixa o menino ser candidato né”?

– Fernando Henrique sequer é efetivamente investigado. Não importa se tem um apartamento em Paris avaliado em 11 milhões de Euros e, portanto, mais de 24 vezes o valor do triplex da OAS (segundo a própria justiça) que “virou” do Lula. Não importa o fato de ser um professor universitário aposentado que virou milionário e nem mesmo a compra de votos escancarada da re-eleição ou o maior roubo de recursos públicos, disparado, que já houve nesse país com a farra das privatizações. Não importa.

– Na mesma linha vai Alckimim e todos os absurdos de mensalões, privatizações piratas, contratos superfaturados, obras eternas do Estado de São Paulo. Não Importa.

– Como não importa esfregar na cara de todo mundo a maior apreensão de cocaína do Brasil em aeronave onde nem mesmo o piloto, responsabilizado por tudo, foi preso e até o helicóptero foi devolvido ao Perrella.

– Como não importa a farra dos auxílios moradia e auxílios de tudo o mais, mesmo quando se tem imóvel ou dezenas deles, que somam dezenas de milhares de reais mensais e que deixam nus aqueles pegos com a boca na botija, expondo a hipocrisia em praça pública, recebendo dinheiro público imoral e ilegal (pera!!!). Aliás, pegando os “benefícios” dos 6 mais famosos da equipe da Lava Jato (lá juiz, desembargador e procurador de acusação fazem equipe de ataque quando convém) nosso bolso perde um Triplex por ano, parou para pensar nisso?

Mas tudo o que importa é cassar alguém (e suas dezenas de milhões de votos) por “pedaladas fiscais”. Pedaladas fiscais, a invenção de ocasião que foi desinventada já que hoje são “pum de criança” comparadas aos inacreditáveis e inéditos déficits gerados pelo governo Temer. Aliás, de Temer nem dá para falar né gente? Livre, governando, destruindo os direitos dos trabalhadores conquistados há décadas, protegendo o 1% mais rico da crise e entregando o Brasil e nosso futuro para os gringos.

Mas aí é que está. Se o objetivo for manter o “status quo” se junta o bloco de sempre, que inclui mídia e judiciário, para deixar que os meliantes destruam muito mais os recursos públicos com seus atos que com a corrupção que os alimenta.

Mas se o objetivo é mudar a ordem social e tentar fazer desse país um pouco menos injusto: deve ser caçado e neutralizado. “Eleição tudo bem, mas só se der um resultado que concordamos”.

Tudo o que importa é caçar e cassar antecipado o candidato ( e as dezenas de milhões de votos) que, se deixassem concorrer, poderia ganhar até no primeiro turno, justamente porque a população o vê como alguém que já fez muito para mudar e que segue querendo mudar o status quo – e olha que em velocidade e intensidade muito, mas muito menor do que eu gostaria, tendo em vista que Lula sempre foi um negociador pouco afeito a guerra e muito afeito ao diálogo.

Que a justiça e os poderosos, inclusive armados, são assim, sabem a família do sem terra morto, a mãe do jovem assassinado, a filha do pai negro humilhado na revista, a menina abusada.

Agora o Brasil todo também sabe ao acompanhar uma semana de jornal.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s