A intervenção política, com uso do militares, no Rio: um fake para manipular a opinião pública

Hoje é dia dos manifestoches entrarem em cena no Rio de Janeiro.

Não só no desfile da vice campeã do júri e campeã do público Paraíso do Tuiuti, mas também na vida fora da Sapucaí quando pessoas tem a capacidade de aplaudir a medida fake do Temer (o vampiro neoliberal da Sapucaí) supostamente para enfrentar o crime no Rio.

A segurança do Rio e do Brasil precisam de medidas estruturais, efetivas e de efeito permanente como a estruturação de estratégias de prevenção e repressão ao crime com uso efetivo e moderno de inteligência e informação (como tem-se disponível em várias experiências internacionais), passando, portanto pela reestruturação e reorganização das polícias; medidas que assegurem a presença do Estado nas comunidades/favelas (com garantia de direitos e condições mínimas e dignas de vida que convençam um jovem que seu único caminho não é o crime; medidas que mudem o paradigma falido da “guerra às drogas”.

Atuar só pela repressão ostensiva, sem mexer um milímetro nas causas e ainda mais com o isso do exército que nem de longe é um corpo preparado para isso tem potencial de ganhar apoio em parte da opinião pública (despearada), de reduzir a violência no imediato e por um tempo curto e fazer o problema piorar no meio prazo.

Mas o objetivo não é esse né?

O vampiro está interessado em fazer algo que melhore um pouco e evite o aumento constante de sua rejeição, a maior da história; produzir uma saída honrosa para a derrota que está tendo na maldita reforma da previdência e, de quebra, atuar sorrateiramente para com mais uns 2 bilhões de dinheiro torrado com emendas tentar comprar alguns votos que faltam na reforma da previdência, e aí, se vitorioso, votar a suspensão da intervenção enquanto aprova o desmonte do direito à aposentadoria para depois retornar a intervenção que só servirá para aumentar a violência, a institucional e a violência no médio prazo.

Impressionante como contra várias opiniões técnicas de várias matizes ainda vemos manifestoches aplaudindo uma barbaridade sínica dessas.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s